Outras ontologias: Saberes tradicionais e humanidade

Roda de conversa com o Babalaô nigeriano Araba Awo Ilobu, estado de Oxum, Babalawo Ifaniyi Alade Ojo e participação de Yá Claudia de Iemanja e Baba Diba de Iyemonja.

A atividade tem o objetivo de difundir a cultura e religiosidade de matriz africana, colocar em destaque ontologias e outras formas de saberes africanos e contribuir para o estreitamento de elos históricos entre Brasil e Nigéria (África).

Araba Awo Ilobu, estado de Ọ̀ṣun , Babalawo Ifaniyi Alade Ojo é nascido no culto tradicional de Orixá à familia de Asoosa “A so Òrìṣà” – aquele que cuida de Orixás – na cidade de Ilobu: uma das regiões mais tradicionais de estudos e culto de Ifá no estado de Oxum na Nigéria.

Seu avô paterno, Sr. Ojo Apojojo, que também foi seu primeiro mestre, era o sumo sacerdote da cidade de Ilobu. Babalawo Ifaniyi aprofundou seus estudos com vários mestres importantíssimos na terra Yorùbá. Hoje, ele é o atual sumo sacerdote da cidade de Ilobu, seguindo a tradição milenar. Visita o Brasil para difundir a cultura e religião milenar de matriz africana.